sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Emater abre minibibliotecas rurais na Paraíba

O Projeto Bibliotecas Rurais, executado pela Emater Paraíba, está se expandindo e despertando o interesse para o hábito da leitura, a compreensão e interpretação de textos das crianças, jovens e adultos do meio rural paraibano. Nessa segunda-feira (22), a comunidade Mata de Garapu, no município do Conde, Litoral Sul do Estado, foi contemplada com mais uma biblioteca. A primeira unidade foi entregue durante o lançamento oficial do projeto, no encerramento das Jornadas de Inclusão Produtiva, dia 11 de junho, na sede da empresa, localizada na estrada de Cabedelo.

Denominado de “Cantinho do Saber”, o Projeto Bibliotecas Rurais, criado há cerca de quatro meses pela coordenadoria regional da Emater em João Pessoa, consiste em um conjunto de ações educativas de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) e tem por objetivo beneficiar a agricultura familiar por meio do incentivo à leitura, à valorização da cultura local e à conservação do meio ambiente.

A meta, até o final de dezembro, é contemplar os 23 municípios jurisdicionados pela regional da Emater de João Pessoa. Até agora, afora mais seis que estão definindo datas para receberem o benefício, os municípios contemplados foram Cabedelo, Santa Rita, Sapé, Caaporã, Alhandra, Conde, Rio Tinto, Mamanguape e Baia da Traição.

Cada biblioteca instalada conta com um acervo de cerca de 100 livros obtidos por doação, os quais remetem à leitura infantil juvenil e adulta, livros técnico científicos, didáticos, paradidáticos, de pesquisa e técnicos, que abordam a realidade da vida e a produção no campo.

Expansão – O projeto piloto implantado na região de João Pessoa, conforme explicou Keyla Deininger, servirá de parâmetro para a expansão em todo o Estado, por meio do Núcleo de Extensão Social da Emater (Nueso). As primeiras comunidades beneficiadas servirão de unidades experimentais e de multiplicação da experiência, a partir das quais, surgirão novas bibliotecas. Uma parceria a ser firmada com as prefeituras municipais para confecção dos móveis das bibliotecas vai dar maior impulso ao projeto, segundo informou o coordenador de Operações da Emater, Jailson Lopes da Penha, um dos idealizadores das Bibliotecas Rurais.
Ressalta-se que o projeto foi organizado pela bibliotecária  Helloyse Villar.* 

Após a composição dos mobiliários das bibliotecas, que estão sendo confeccionadas e implantadas pelas próprias comunidades, a partir de materiais recicláveis, como paletes, caixotes de madeira, tábuas, entre outros, os extensionistas fazem a seleção das localidades beneficiárias e dos “amigos do saber”, que serão os agentes de leitura e de desenvolvimento das ações culturais.

Doação – Um movimento para a doação de livros nos escritórios da Emater dos municípios integrantes da região administrativa de João Pessoa e na sede central, na estrada de Cabedelo, já arrecadou milhares de exemplares. O acervo conta, entre outros, com livros infantis, didáticos, paradidáticos, técnicos da área agrícola, de literatura diversificada, além de revista e material informativo. Entre os doadores destacam-se a Secretaria de Educação do Estado, a Embrapa, o INSS, o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e a população em geral.

Fonte: Paraíba Total
*Informação extra