sexta-feira, 8 de julho de 2011

Livros escolares digitais

Até 2015 não existirá mais livros escolares impressos 

Esta é uma daquelas notícias que mais se parecem com previsões futuristas catastróficas, mas é o plano dos Sul Coreanos: até 2015 todos os livros escolares serão digitais. Um livro que será atualizado constantemente, terá conteúdo multimídia e não irá pesa na mochila. Vantagens? Os elementos multimídias se bem estudados poderão ajudar no aprendizado (se mal pensados poderão atrapalhar), mas a característica mais interessante poderá ser o fato de ser um livro que se atualiza. Imagine a situação: o ano escolar começou e uma guerra acaba de estourar no mundo, países se unem ou são dominados e ao decorrer do ano o livro poderá ensinar os fatos que ocorreram na história já com base nos acontecimentos, poderá apresentar uma nova geografia, entre outros fatores.

Segundo o site Gizmodo Brasil, serão investidos mais de R$3,2 bilhões até 2015 para esta mudança de suporte nas escolas públicas. Os livros-texto digitais terão o conteúdo tradicional mais multimídia, segundo o Ministério da Educação, Ciência e Tecnologia. As escolas terão rede Wi-Fi e isto é um dos elementos principais, pois os livros estarão na nuvem, isto mesmo, na nuvem. A questão fica sendo o acesso fora da escola.
Para começar haverá uma fase de transição com livros digitais e físicos e se tudo der certo em 2015 os impressos serão aposentados, ou seja, se tudo ocorrer bem esta poderá ser a primeira vez que uma notícia futurista e apocalíptica sobre o fim de um determinado tipo de livro aconteça realmente, pelo menos na China.
Será a isto chega no Brasil?

  Fonte: http://bibliotecno.com.br/?p=1676

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Tecnologia

Tecnologia para deficientes visuais. Conheça alguns produtos super modernos que podem facilitar ainda mais a vida dos cegos.

O Programa Olhar Digital tem uma série de matérias onde apresenta as tecnologias que estão auxiliando os deficientes visuais, os softwares de leitura de tela, de modo que cada vez mais eles possam estar inseridos nesse mundo da tecnologia.
Acesse o vídeo através do link:   http://olhar.vc/5128b
 
 
Fonte:  http://olhardigital.uol.com.br/produtos/central_de_videos/tecnologia_para_dificientes_visuais

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Informação

Quanto vale hoje uma informação? 


     
     É fato que para uma organização sobreviver no mercado altamente competitivo, fatores como tecnologia, organização e visão estratégica são indispensáveis. Nesse sentido, as empresas estão buscando a reorganização e a integração dos processos de negócio, implantando Sistemas de Gestão Empresarial (ERP), a fim de conquistar uma base de informação única e íntegra de toda empresa - da produção às finanças -, agilizando a tomada de decisão. O objetivo da reorganização é a obtenção de um fluxo de informação seguro e imediato, oferecendo maior controle do negócio. A informação é um valioso ativo em qualquer organização, quer seja impressa ou escrita em papel, armazenada eletronicamente ou enviada por e-mail ou meios eletrônicos. Para uma efetiva gestão das ameaças e riscos para a informação de sua organização, é recomendável estabelecer um Sistema de Gestão de Segurança da Informação (SGSI). Um SGSI baseado em normas internacionais ISO/IEC 27001 irá ajudá-lo a implementar uma estrutura eficaz para estabelecer, gerenciar e a aperfeiçoar continuamente a segurança de sua informação. -
     O acesso à informação correta em tempo real pode representar a diferença entre o lucro e o prejuízo de uma companhia, sendo necessária a obtenção dos dados 24x7 (24 horas durante sete dias), ou seja, ininterruptamente. E essa dependência das informações não é só da própria empresa, ela atinge também o público externo composto por fornecedores, distribuidores, revendas, clientes finais, etc. Nesse sentido, a área de tecnologia da informação exerce um papel fundamental no acesso direto aos dados. Prestadores de serviço de TI podem lutar muito para manter altos níveis de serviço para os seus clientes, particularmente devido à crescente diversidade de tecnologias disponíveis. Frequentemente, muito tempo é dispendido trabalhando-se de forma reativa com pouco tempo gasto para planejamento, treinamento, investigação e no trabalho com os clientes. Ao mesmo tempo, estes prestadores de serviço também são solicitados a melhorar a qualidade, baixar custos e dar respostas mais rápidas aos clientes.
     Uma estrutura integrada para entrega e gerenciamento de serviços de TI pode fornecer controle, maior eficácia e oportunidades para melhoria dentro da organização.
     Pois, a preocupação com o risco de perda de informações e de ativos é imensa, uma vez que, as consequências seriam maléficas, tanto pelos prejuízos tangíveis (faturamento, clientes) como pelos intangíveis (imagem e aceitação no mercado). De maneira simplista, a empresa deve se envolver e se empenhar na prevenção, pois na etapa de recuperação de incidentes é tarde - e os prejuízos intangíveis podem danificar definitivamente a credibilidade e o futuro da companhia. Existem vários tipos de eventos não programados que podem causar falhas, interrupções ou perda de dados. Podemos considerar alguns principais: incêndio, enchentes, roubo, atos de vandalismo, sabotagens, blecautes, invasão de sistemas, interrupção de comunicação de dados e voz. Para esses incidentes geralmente as organizações não estão preparadas, causando impacto desastroso. Mas, é possível estar preparado para enfrentar todos os riscos existentes? A resposta à pergunta está diretamente relacionada ao tamanho do investimento que a empresa esteja disposta a realizar. A garantia de continuidade dos negócios, das operações e do fluxo de informação, proporciona perenidade e permite a construção de relacionamento sólido e de longo prazo com os clientes e fornecedores.

Artigo completo: http://www.dci.com.br/Quanto-vale-hoje-uma-informacao_-8-379528.html