quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Biblioteca Mundial da Ciência


Recursos didáticos aplicáveis ao ensino de ciências são sempre necessários e bem-vindos. Por isso, é de se aplaudir a iniciativa da Unesco – a agência da Organização das Nações Unidas (ONU) voltada para o desenvolvimento da educação, ciência e cultura –  de criar e disponibilizar na internet a Biblioteca Mundial da Ciência (Word Library of Science – WLOS). 

O objetivo principal é criar uma comunidade global de usuários interessados em ciência, que possam contribuir para o projeto e ‘alimentar-se’ dele.

Visite a biblioteca virtual e confira. O projeto ainda está em fase inicial (foi lançado nesta semana), mas já disponibiliza 25 livros (e-books), cerca de 300 artigos e mais de 70 vídeos e animações, que certamente vão interessar os apaixonados pela ciência e auxiliar professores e alunos, principalmente, os do ensino médio.

Dê uma olhada especial nos vídeos e animações já disponíveis. São produções daNature Education, a divisão de educação daNature, grupo editorial que publica uma das mais importantes e consagradas revistas científicas. 

Entre eles, encontra-se, por exemplo, Betting on the cosmos (Apostando no cosmos), vídeo no qual os físicos Robert Betts Laughlin e David Jonathan Gross, ganhadores do Nobel de Física em 1998 e 2004, respectivamente, debatem o que teria acontecido logo após o Big Bang e discutem como testar as grandes ideias da física sobre o universo.

Leia mais em: http://cienciahoje.uol.com.br e/ou acesse a Biblioteca http://www.nature.com/wls


quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Artista substitui tinta por chama de velas para criar desenhos impressionantes

Com muita criatividade, alguns artistas vão além dos pincéis e das esculturas, criando artes inovadoras, como o garoto que substitui tinta por sorvetes ou quem faz desenhos dentro de garrafas. Já Steven Spazuk faz do fogo seu fiel companheiro e matéria-prima, elaborando figuras impressionantes sobre o papel.

O desenho é formado a partir da fumaça de uma vela, que fica rente a superfície. Com suas técnicas impressionantes, o artista cria então peças únicas, marcadas pelo rastro do fogo, criando formas e estampas distintas que, às vezes, ficam em meio aos stencils com celebridades, como o ator Robert DeNiro ou a atriz Audrey Hepburn. Alguns desenhos ganham detalhes a partir de pincéis e penas de aves, usadas para carimbar certas áreas, e criando um padrão.

Spazuk iniciou sua carreira artística desenhando, passando pela aquarela e pintura acrílica. Em 2001 surgiu a ideia de controlar as sombras formadas pelo fogo. Em uma de suas séries, foram criadas pinturas fragmentadas a partir de diversos desenhos menores, posteriormente expostas às chamas.

Confira mais sobre esse trabalho nas fotos abaixo:
paintin-1

spazuk-6


Instituição usa o Whatsapp pra criar forma inovadora de contar histórias de ninar para crianças órfãs

Histórias de ninar são extremamente importantes no desenvolvimento da imaginação e da educação da criança. Essas histórias também ajudam a fortalecer o laço sentimental entre a criança e seus pais. Porém o que acontece quando falta um personagem?

Essa é a realidade que mais de 45 mil crianças e adolescentes vivem nos abrigos em todo o Brasil, de acordo com o levantamento de 2014 do Cadastro Nacional de Crianças e Adolescentes Acolhidos (CNCA). Além disso, de todo esse número, somente 15% é elegível para adoção, ou seja, mais de 38 mil crianças permanecem nestes abrigos sem nunca possuir a figura de um pai ou uma mãe.

Pensando nisso, a Casa da Criança Santo Amaro criou uma simples (mas genial) ideia para ajudar essas crianças a terem contato com figuras diferentes todas as noites. Através do projeto batizado “Mensagens de Ninar”, em parceria com a livraria infantil PanaPaná, e do uso do aplicativo de celular WhatsApp, pessoas que passam pela livraria podem ler o trecho de um livro infantil disponibilizado por eles, gravando suas vozes através do aplicativo e enviando para a instituição.

A Casa da Criança Santo Amaro pega então esses trechos e os transforma em um audiolivro colaborativo, que é diariamente disponibilizado para as crianças antes de dormir, que o escutam através de uma caixa de som.