segunda-feira, 20 de abril de 2015

UNESCO terá biblioteca de jogos

Iniciativa está prevista para 2016. Objetivo é utilizar games tradicionais na educação.
A Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura  (UNESCO) anunciou que está planejando a criação de uma biblioteca digital aberta de jogos tradicionais. O objetivo é recolher, preservar digitalmente edivulgar os jogos tradicionais de modo que possam ser utilizados em aplicações diversas promovendo a educação e a inclusão digital.

A iniciativa, que é uma parceria com a empresa chinesa Tencent Technology Company Limited, foi anunciada em Pequim pelo diretor da Divisão de Sociedades do Conhecimento, Comunicação e Informação da Unesco, Indrajit Banerjee, e o vice-presidente da Tencent Technology Company Limited, Edward Cheng, informou a Agência Lusa.

"O objetivo do projeto é duplo: na primeira fase, a UNESCO vai desenvolver uma metodologia e diretrizes para a identificação, coleta, inventariação de jogos tradicionais em todo o mundo, tendo também em conta outras iniciativas relevantes em curso. Por outro lado, em parceria com a Tencent, irá desenvolver uma estratégia de Tecnologias de Informação e Comunicação, e ferramentas para a preservação digital e disseminar informações sobre estes jogos tradicionais, com o objetivo de salvaguardar esse conhecimento como um património vivo do domínio público", disse Davide Storti à Lusa.

A UNESCO já apoia uma biblioteca mundial virtual, que reúne acervos de diversos centros de difusão cultural com livre acesso, com livros mapas e documentos de 194 países que datam desde o ano 1.200 a.C. (visite a versão em português aqui).